Buscar
  • Fernando Coelho

VAMOS CONVERSAR SOBRE A JORNADA DO SEU COLABORADOR?



Além de gestor de marketing e pesquisador na área de customer e business experience, também estou envolvido fortemente no universo de recursos humanos – tanto como diretor da ABRH-MA (Associação Brasileira de Recursos Humanos), como Professor do Programa de Pós-Graduação em Gestão com Pessoas.

No meu último livro, Customer Experience Descomplicado (2020, Editora Autores do Brasil), eu digo que a experiência do cliente começa com a experiência do colaborador. Esta semana, estou ministrando a disciplina Gestão de Carreiras na especialização da UNDB – Centro Universitário, e uma das perguntas que fiz foi: O QUE FAZ A EMPRESA UM EXECELENTE LUGAR PARA SE TRABALHAR?


A resposta dos alunos, foi exatamente neste percentual:

50% - Clima Organizacional

40% - Qualidade de Vida

10% - Oportunidade de Crescimento


As respostas dos meus alunos, ficaram bem parecidas com o estudo da Great Place to Work, instituto que mede as melhores empresas para se trabalhar no mundo, e traz três pontos importantes para a avaliação de um colaborador: oportunidade de crescimento, qualidade de vida e alinhamento de valores.

Percebam que é comum aspectos tocantes a bem-estar. De acordo com uma outra pesquisa, da Universidade da Califórnia, um trabalhador feliz é, em média, 31% mais produtivo, três vezes mais criativo e vende 37% a mais em comparação com outros, daí a preocupação com o bem estar de todos ser altamente estratégico e relevante para o negócio.


O QUE FAZER ENTÃO PARA ENTREGAR UMA EXPERIÊNCIA POSITIVA PARA O COLABORADOR E IMPACTAR OS RESULTADOS DO NEGÓCIO?


A minha orientação é que todo negócio precisa investir e EX (Employee Experience). De acordo com a Solides, o EX, ou experiência do colaborador, é a soma de todas as percepções e sentimentos que os profissionais vivenciam nas interações com a empresa.


Traduzindo, se trata do resultado de uma jornada que começa deste a seleção do colaborador e passa por todos os pontos de contato e permanência dele.

Neste sentindo, é essência que a empresa defina processos sistemáticos e permanentes de:


1. Adequado Processo seletivo com foco em fit cultural

2. Contratação assertiva;

3. Criação e Execução de régua de Onboarding (processo de recebimento e integração);

4. Programa de Lifelong learning - Treinamento e desenvolvimento do time;

5. Programa de Gestão de Carreira (promoções e avanços na carreira);

6. Programa de Outplacement (processo de demissão e recolocação humanizado).


Podemos falar sobre inúmeros benefícios e vantagens, mas, para resumir, essas ações de forma prática, apresentam impactos diretos na percepção da marca, clima organizacional, retenção de talentos, engajamento, atendimento ao público externo, entre outras.

Agora, me conte como está aí na sua organização? Existe uma jornada bem definida e programas de EX?


Publicitário, Professor Universitário e Escritor. Consultor Palestrante em Experiência do Cliente. Doutorando em Ciências da Educação com pesquisa na área de Gamificação e Desenvolvimento de Competências. Mestre em Ciências da Educação e Administração Escolar com Pesquisa na área de Tecnologia da Informação e Comunicação; MBA em Marketing; Especialista em Administração Estratégica e Especialista em Gestão e Docência do Ensino Superior.

https://www.fernandocoelhoconsultoria.com/

8 visualizações0 comentário